Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Oiça Pedro Dias a acusar GNR de ter morto Luís e Liliane Pinto. (Pedro Dias falou no tribunal)
Ter 20 Fev 2018 - 0:33 por PoderWAP

» Casal de Namorados assaltados no metro em Lisboa
Ter 20 Fev 2018 - 0:31 por PoderWAP

» Encerramento de 63 Escolas Primária no final do ano letivo.
Ter 20 Fev 2018 - 0:28 por PoderWAP

» Uma razão para ter um BMW...
Ter 20 Fev 2018 - 0:26 por PoderWAP

» Carnaval de Viseu
Ter 20 Fev 2018 - 0:22 por PoderWAP

» Prostituição em Viseu gera polémica...
Ter 20 Fev 2018 - 0:20 por PoderWAP

» As melhores praias de Portugal para 2018... (Melhor destino para se viajar)
Qui 18 Jan 2018 - 20:30 por PoderWAP

» Mundial de Motocross. Sobe a rampa ou leva com a moto na cabeça? (As maiores quedas)
Dom 14 Jan 2018 - 21:36 por PoderWAP

» Comédia a Mixórdia, rir só mesmo no Norte de Portugal
Dom 14 Jan 2018 - 21:32 por PoderWAP

» Operações da polícia no tráfico de droga e violência nas ruas. Polícia ao Extremo
Sab 13 Jan 2018 - 1:22 por PoderWAP

» Desastres aéreos. Quedas de Aviões e Helicópteros, os melhores Acidentes Aéreos 2017/2018
Sex 12 Jan 2018 - 0:39 por PoderWAP

» Desastres aéreos. Quedas de Aviões e Helicópteros, os melhores Acidentes Aéreos 2017/2018
Sex 12 Jan 2018 - 0:21 por PoderWAP

» O Manuel foi roubado mas deu conta do ladrão! E se dá mal a tentar apanhar o gatuno...
Qua 10 Jan 2018 - 23:42 por PoderWAP

» Como descobrir a password do wireless de um vizinho. (Sacar internet a borla muito simple e eficaz)
Qua 10 Jan 2018 - 23:31 por PoderWAP

» 4 homens destroem um carro em 2 minutos
Qua 10 Jan 2018 - 14:51 por PoderWAP

» Os piores desastres de 2017 (acidentes filmados na hora)
Qua 10 Jan 2018 - 14:43 por PoderWAP

» Como descobrir uma password do Facebook! Aprende como fazer.... Veja o vídeo, método funcional
Qua 10 Jan 2018 - 14:33 por PoderWAP

» Relembrar o ano que passou dos nossos políticos acompanhados com a quadra natalícia... (Os Bonecos)
Sex 5 Jan 2018 - 18:11 por PoderWAP

» Velha Portista sem papas na língua!
Sex 5 Jan 2018 - 17:39 por PoderWAP

» O recordar a trágica calamidade. A vergonha do Estado Português!
Sab 4 Nov 2017 - 20:14 por PoderWAP

» Violência Gratuita nas ruas de Lisboa... Cada vez mais nas ruas de Portugal, assista ao vídeo!
Sab 4 Nov 2017 - 20:07 por PoderWAP

» Violência a entrada de Discotecas em Portugal
Sab 4 Nov 2017 - 19:58 por PoderWAP

» Trump revoga proteção a filhos de imigrantes ilegais que afeta portugueses
Ter 5 Set 2017 - 23:55 por PoderWAP

» Um morto em despiste de empilhadora em S. João da Pesqueira
Ter 5 Set 2017 - 23:50 por PoderWAP

» Mata colega à facada por causa de cigarro
Ter 5 Set 2017 - 23:45 por PoderWAP

» Rapariga de 18 anos coloca virgindade à venda por 1600 euros
Ter 5 Set 2017 - 23:41 por PoderWAP

» Levada à força por assaltantes enquanto namorava em miradouro
Ter 5 Set 2017 - 23:38 por PoderWAP

» Lê diário da filha de 12 anos e descobre que ela foi violada
Ter 5 Set 2017 - 23:31 por PoderWAP

» Conselho de Segurança da ONU reúne de emergência
Dom 3 Set 2017 - 22:34 por PoderWAP

» Menino de 10 anos morre intoxicado com monóxido de carbono
Dom 3 Set 2017 - 22:29 por PoderWAP

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Galeria


Conectar-se

Esqueci minha senha

Votação

Vais ver Red Bull Air Race?

 
 

Exibir resultados


Mais de 60 funcionárias querem levar Google a tribunal

Responder ao tópico

Ir em baixo

10082017

Mensagem 

Mais de 60 funcionárias querem levar Google a tribunal








Mais de 60 mulheres – actuais e antigas funcionárias do Google nos EUA – estão a falar com advogados sobre a possibilidade de uma acção colectiva contra a empresa por sexismo. A principal queixa são os salários alegadamente inferiores aos de homens que ocupam os mesmos cargos.

A discussão chega depois de um memorando interno de um engenheiro do Google a criticar as políticas de igualdade da empresa se ter transformado num fenómeno viral, ao ser partilhado nas redes sociais durante o fim-de-semana. Para o autor do texto, as diferenças salariais na empresa eram naturais e deviam-se a diferenças “biológicas” entre homens e mulheres. O trabalhador foi despedido e pretende recorrer à Justiça. O presidente executivo do Google já esclareceu que a opinião do trabalhador não reflecte a da empresa, mas o texto abriu o debate sobre falhas nas políticas de igualdade. 
A iniciativa de uma acção colectiva partiu de uma firma de advogados em São Francisco, que criou, no mês passado, um site paraasr a questão dos problemas salariais do Google. Esta semana, o advogado responsável pelo projecto, James Finberg, disse que já recebeu mais de 60 inquéritos de mulheres que trabalham ou trabalharam na empresa.
O Google não comenta a possibilidade da abertura de um processo legal pelas funcionárias, mas um porta-voz da empresa nota que “60 pessoas é uma amostra muito pequena” e que embora a empresa não discrimine com base no género, vão sempre existir diferenças salariais com base na localização, cargo e desempenho dos vários funcionários. O Google emprega cerca de 61,8 mil pessoas em todo o mundo.
Em declarações ao Guardian, Finberg nota, porém, que cerca de metade das trabalhadoras que já entrevistou acusam o Google lhes pagar até 40 mil dólares menos (cerca de 34 mil euros) do que aos colegas masculinos nos mesmos cargos. “Pensamos que há bases factuais para as reclamações de que as mulheres recebem menos do que os homens que trabalham no Google", diz Finberg. Como outras empresas no sector tecnológico, o Google emprega mais homens do que mulheres: cerca de 70% de todos os funcionários da empresa são homens e apenas 20% dos funcionários em cargos técnicos são mulheres.
As acusações de sexismo contra o Google também não são novas nos tribunais. O objectivo inicial do projecto de Finberg era verificar se os problemas detectados pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos em 2014 e 2015 persistiam e mereciam uma acção judicial colectiva. Na altura, a conclusão do Departamento de Trabalho era a de que o Google apresentava “disparidades sistémicas entre o pagamento feito a homens e mulheres em toda a força de trabalho”.
O Google continua envolvido numa batalha legal com o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, apesar de desmentir as acusações. A empresa recusa revelar parte da informação pedida pelo Governo (como contactos de 25 mil funcionários do Google e registos salariais com mais de 15 anos), mas já entregou mais de 329 mil documentos com informação sobre a remuneração dos empregados. Em Julho, um juiz de direito administrativo defendeu a posição do Google, notando que o pedido do Governo era “intrusivo para a privacidade dos trabalhadores” e pouco susceptível de obter a informação relevante sobre os salários. 

Faça o login para ler o artigo completo

www.PoderWAP.info


PoderWAP
http://www.PoderWAP.info
ADD YOUTUBE
avatar
PoderWAP
Admin

Mensagens : 672
Pontos de Prémios : 2147486386
Data de inscrição : 24/08/2010
Idade : 29
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário http://www.poderwap.info

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum